Osteopatia na Gestante

Osteopatia na Gestante

Uma revisão realizada por Laville (2012) refere alguns efeitos do tratamento manipulativo osteopático (OMT) em mulheres gestantes:
– Alivia as queixas musculoesqueléticas que surgem durante a gravidez. Mulheres que receberam OMT para a região lombar tiveram diminuição da dor em comparação com aquelas que receberam o tratamento simulado, além de uma redução estatisticamente significativa do grau de dor nas costas durante o trabalho de parto;
– Mulheres tratadas com OTM tiveram uma diminuição da duração do trabalho de parto comparadas com mulheres que não receberam a terapia;
– Os efeitos da osteopatia podem induzir mudanças nas vísceras através da conexão viscerossomática;
– A manipulação torácica pode afetar o sistema cardiovascular e estimular ou inibir o sistema nervoso simpático, ajudando a regular a pressão arterial à medida que aumenta as demandas do coração;
– Técnicas para o diafragma ou técnicas de drenagem linfática ajudam a melhorar a drenagem de fluidos e a evitar efeitos prejudiciais da sobrecarga;
– O estudo mostra que muitas variáveis devem ser estudadas, incluindo frequência cardíaca, pressão arterial e controle do edema, ocorrência de complicações perinatais, parto prematuro e desenvolvimento de dor lombar e quantidade ideal e tempo de OMT durante a gravidez.
Fonte: Lavelle, J.M. Osteopathic Manipulative Treatment in Pregnant Women. The Journal of the American Osteopathic Association, June 2012, Vol. 112, 343-346.

MARQUE SUA CONSULTA

Ebook Grátis: Você mesmo pode melhorar suas dores – Técnicas de auto imobilização para dores articulares.